quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Vinny

O cantor Vinny, nome artístico de Vinícius Bonotto, nasceu na cidade de Leme, SP, em 3 de Novembro de 1966.

Vinny teve uma infância difícil, quando dividia com a mãe e as duas irmãs mais velhas uma vaga num cortiço. O pai os deixou quando Vinny tinha oito anos.

"Nunca mais vi o cidadão, não sei nem quem é. Se eu passar por ele na rua, nem reconheço”, diz ele, que ainda tenta entender a atitude do pai. “Pensei
muito mais nele depois que tive o meu filho. Vejo o amor que sinto pelo Luca e não consigo entender o que pode fazer um pai sair de casa”, diz o compositor.

Vinny começou a trabalhar aos 13 anos, como empacotador de supermercado, mas conseguiu estudar. “A gente era muito pobre mesmo. Tínhamos dificuldade até para comer”, conta. Ele morou no cortiço até os 24 anos. Aos 20, abandonou a faculdade de Direito um ano antes de se formar e foi demitido do cargo de advogado júnior da Bradesco Seguros. Também viajou com amigos e uma namorada no Carnaval e só voltou um mês depois. “Foi lá que decidi largar tudo pra ser músico.”

O início foi difícil. Ganhando R$ 50 por noite nos bares, o cantor teve ajuda da família até conseguir o primeiro contrato com uma gravadora, a BMG, quando liderava a banda de hard rock Hay Kay. O que parecia o início do sonho, porém, transformou-se em pesadelo.

“Nosso trabalho foi deturpado e o disco foi um fracasso total.” Até conseguir entrar para a Indie Records, em 1994, o cantor continuou na batalha enviando fitas demo.

Integrou o conjunto Hay Kay no início da década de 90, até que em 1995 assinou contrato como artista solo, e com o nome Vinny, com a gravadora Indie Records, que lançou seu disco de estréia Vinny, um acústico sem maior repercussão.

Em 1997, o segundo disco, "Todomundo", o projetou nacionalmente graças à música "Heloísa, Mexe a Cadeira", um grande sucesso que trazia como novidades a voz grave e soturna de Vinny aliada a uma batida dançante. Em seguida, o terceiro disco pela Indie, "Na Gandaia", de 1998, estourou com "Shake Boom", música no mesmo estilo de "Heloísa" e que confirmava a escolha do cantor e compositor pela música dançante, o que fez seu nome ser facilmente associado às pistas de dança.

No ano seguinte, gravou "O Bicho Vai Pegar", depois de participar de discos de outros artistas, como Xuxa e Tiazinha. Desse último CD, teve destaque a balada "Te Encontrar de Novo".

Em 2008 Vinny lançou seu álbum acústico, intitulado Vinny - Acústico Circular.

Discografia

Álbuns de estúdio

1997 - Todomundo
1999 - O Bicho Vai Pegar
1999 - Na Gandaia
2000 - Quando o Tempo Para
2001 - Até Você Chegar...
2004 - A Mais Perfeita Forma de Amor
2005 - A Máquina do Dia

Ao vivo

1995 - Vinny
2005 - Vinny Mix Ao Vivo
2008 - Vinny - Acústico Circular

Coletâneas

2000 - Millennium: Vinny

Fontes: Site Wikipédia; Revista Isto É Gente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário