sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Lúcia Turnbull

A cantora Lúcia Turnbull nascida em São Paulo no dia 22 de abril, tem umas das histórias mais interessantes da cena roqueira dos anos setenta, especialmente.

Nascida em São Paulo, filha de pai escocês e mãe brasileira, também viveu em Londres, onde tocou e gravou com a banda de Ritchie, "Everyone Involved".

Aos 16 anos Lucinha Turnbull mudou-se para Londres, onde formou o grupo folk Solid British Hat Band. Em 1971, de volta ao Brasil, tornou-se amiga de Os Mutantes e fez, no ano seguinte, o show de abertura do grupo no Teatro Oficina, em São Paulo.

Integrou, ao lado de Renato Borghi, Analu Prestes e Esther Góes, entre outros, o grupo de teatro Pão e Circo, de Luiz Antonio Martinez Corrêa, com o qual encenou a peça "O casamento do pequeno burguês", de Bertold Brecht.

Em 1972, gravou duas faixas no LP "Hoje é o primeiro dia do resto da sua vida", de Rita Lee, com quem formou a dupla Cilibrinas do Éden, participando da mostra Phono 73, realizada no Palácio das Convenções do Anhembi, em São Paulo.

Sua estréia em shows individuais ocorreu no Teatro 13 de Maio, com a participação de Ritchie nas flautas e vocais.

Em 1973, passou a atuar, como guitarrista e vocalista, ao lado de Rita Lee, no grupo Tutti-Frutti, com o qual excursionou pelo Brasil. De volta a São Paulo, o show foi gravado na íntegra, registrando a estréia, como produtor musical, de Liminha, então baixista de Os Mutantes.

Em 1974, recebeu o prêmio de “Melhor Guitarra Rítmica do Brasil”, conferido pela "Revista Pop".

Em 1975, teve a oportunidade de tocar com ERIC CLAPTON, durante uma festa realizada na casa de André Midani, então presidente da gravadora PolyGram, surpreendendo o guitarrista com o fato de ter sido a primeira mulher a tocar guitarra no Brasil.

Em 1976, formou o grupo Bandolim, juntamente com Péricles Cavalcanti (violão) e Rodolfo Stroetter (contrabaixo), e participou da montagem do musical "Rocky Horror Show", ao lado de Paulo Villaça, Antonio Bivar e Zé Rodrix, entre outros.

Em 1977, foi convidada por Gilberto Gil para participar dos vocais de "Refavela" e excursionou pelo país com Gil e Rita Lee no show "Refestança".

Em 1979, assinou contrato com a EMI-Odeon para seu primeiro registro solo, um compacto simples com produção e participação especial de Gilberto Gil.

No ano seguinte, lançou seu primeiro LP, "Aroma", produzido por Perinho Santana.

Em 1990, mudou-se para a Escócia, e voltou para o Brasil quatro anos depois, formando uma banda com a qual se apresentou no Ballroom (RJ) e em cidades do interior de São Paulo.

Em seguida, teve sua música "Bobagem" (c/ Rita Lee) incluída no disco "Marginal", de Cássia Eller.
Ao longo de sua carreira, participou, como guitarrista e vocalista, de discos de Caetano Veloso ("Cinema transcedental"), Rita Lee ("Babilônia"), Moraes Moreira ("Lá vem o Brasil descendo a ladeira"), Guilherme Arantes ("Corações paulistas") e Erasmo Carlos ("Erasmo convida"), entre outros.

Em 2000, teve sua composição "Diga sim à paz" gravada pela cantora Eliana. No ano seguinte, participou da trilha sonora do filme "Tainá", cantando o tema "Miss Maggie". Atuou na área publicitária, compondo jingles e vinhetas. E em 2002, apresentou-se na primeira edição do projeto "Bolsa Nova", realizado no Sesc Copacabana (RJ). Tem trabalhos com parceiros como Mathilda Kóvak, Suely Mesquita, Mauro Santa Cecília e Marcio Lomiranda

Lucinha Turnbull pertence àquele grupo de artistas da música que embora não tenham gravado muitos discos, estará para sempre eternizada na história da música brasileira.

Das Cilibrinas, surgiram shows e um disco que não saiu da gaveta. Lúcia Turnbull é considerada a primeira mulher a tocar guitarra no Brasil. Tocava muito bem, a ponto de deixar, certa vez, Eric Clapton impressionadíssimo. Eles tocaram juntos, informalmente, certa vez em uma festa na casa do presidente da PolyGram.

"Aroma" continua sendo seu único disco solo.

Desde então,afastou-se do cenário musical, fazendo raras aparições em casas noturnas.
Fonte: Site Cogumelomoon; Blog Toque Musical

Um comentário:

  1. GRANDE LUCIA TURNBULL ,, VC FAZ FALTA NO CENARIO MUSICAL ATUAL ...SAUDADES !!!

    ResponderExcluir