quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Tita

A cantora, compositora e violonistaTita nasceu em Manhuaçu/MG

Estreou aos dez anos de idade num show de Luiz Gonzaga em Manhuaçú, sua cidade natal e a partir dai não parou mais de cantar.

Estudou violão com o professor Scarambone e canto com Fernanda Magioli.

Viajou para o Rio em 1964 e gravou seu primeiro disco de bossa-nova na gravadora Philips, produzido por Armando Pitigliani, recebendo o prêmio de “Melhor Intérprete de Samba Moderno”. Arranjos assinados por Eumir Deodato, maestro Gaia, Paulo Moura e Meireles.

Em 1965 ganhou o prêmio Guarani em SP e menção honrosa do jornal “Correio da Manhã”.

Em 1967 Tita se classificou no segundo festival internacional da canção com a música “Foi no Carnaval” e ganhou contrato para gravar em Paris na gravadora de Eddie Barclay.

Suas músicas foram gravadas por Johny Alf, Doris Monteiro, Mirrele Matier, o trombonista de jazz Slide Hampton e a cantora Monica Hatch (USA) e Emílio Santiago.

Tita cantou em NY em 1988 e morou em Boston de 1993 a 1995 onde fez muitos shows e gravou no “Tita Quartet”, tendo em seu trabalho o baixista Edson Lobo, o pianista Alfredo Cardim e o baterista Joe Hunt (tocou com Stan Getz e Chet Baker).

Gravou no songbook de João Donato a musica “Escafandrista”, de parceria com ele e com arranjo do próprio João Donato. Tita foi citada no livro “Chega de Saudade”. Seu violao e sua voz refletem a beleza e a graça do grande movimento musical da bossa-nova que encanta o mundo inteiro.

É casada com o contrabaixista, compositor e arranjador Edson Lobo.

Lancou um cd em 2001 com Edson Lobo chamado “Gosto Tanto”, pela gravadora inglesa Whatmusic com participações de Joao Donato, Robertinho Silva, Duduca da Fonseca, Jesse Sadock, Ricardo Pontes, Celia Vaz, Miucha Adnet e seus três filhos, João Paulo, Luiz Fernando e Ronaldo Lobo.

Atualmente se apresenta em bandas de jazz e shows com Edson Lobo. Ela e o marido são pastores da Igreja Missionária Evangélica Maranata.

Fonte: mpbsanto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário