quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Luciano (Trem da Alegria)

Luciano Alves do Nascimento, o Luciano do grupo infantil Trem da Alegria, nasceu em São Paulo, no dia 7 de julho de 1973.

Desde pequeno Luciano mostrou o dom para a música, aos 4 anos gravou o seu primeiro compacto junto com o seu pai, o cantor, Nilo Alves do Nascimento.

A partir daí não parou mais. O compacto tornou possíveis os convites para que Luciano entrasse no mundo da propaganda. Ele participou de mais de 150 comerciais, sendo o de maior destaque o "Agente Danone", que rendeu uma campanha publicitária de grande repercussão.

Luciano passou por um breve período como ator, participando de minisséries como "Anarquistas Graças a Deus", "A Vereadora", e da novela "Razão de Viver", pela TVS (hoje SBT). Na mesma emissora, Luciano ainda fez a "Escolinha do Bozo", um quadro dentro do programa, em que crianças parodiavam a Escolinha do professor Raimundo. Mas o que Luciano gostava mesmo era de estar no palco, fazendo o que mais gosta... cantar!

Luciano fazia shows por todo o Brasil e participava de programas de calouros, quando se inscreveu no 1º Festival Internacional da Criança, um festival idealizado para o surgimento de novos talentos infantis e que foi realizado pelo SBT. Luciano terminou em quarto lugar e chamou a atenção de Miguel Plopschi, que o recomendou para participar do projeto do LP do Clube da Criança juntamente com Patrícia, Xuxa, Pelé, o palhaço Carequinha e diversos convidados e que gerou em seguida o Programa Clube da Criança, exibido pela Rede Manchete.

O primeiro grande sucesso de Patrícia e Luciano foi "É de Chocolate", onde dividiam os vocais com o guitarrista Robertinho do Recife e a cantora Emilinha.
Cerca de 1 ano depois, Juninho Bill juntou-se à dupla. Estava formado o TREM DA ALEGRIA. Nessa época ele e Patrícia enfrentaram uma das experiências mais marcantes de suas vidas, abrir shows para o Menudo. O público retribuiu com uma ótima receptividade.

O disco de estréia, "Trem da Alegria do Clube da Criança', lançado em 1985, teve o grande sucesso "Uni Duni Tê" e foi um fenômeno de vendas, alcançando 450.000 cópias. No ano seguinte, o disco veio com o mega sucesso "He-Man". Resultado: 1.000.000 cópias vendidas! O terceiro disco lançado em 1987 teve como destaque "Piuí Abacaxi" alcançou a marca de 850.000 cópias.

Já o quarto disco teve um gosto amargo de despedida, pois marcou a despedida de Luciano do Trem. Ele havia completado 15 anos e, desde a gravação, já sabia que em breve sairia do grupo. No início de 89 aconteceu a sua despedida, com um emocionante show no Teatro Olímpia, em São Paulo. A partir daí, Luciano continuou se dedicando à grande paixão, a música, aprimorando-se desde a execução musical, harmonia, composição, e é claro aperfeiçoando sua técnica vocal.

Conhecimento acumulado que o ajudou quando decidiu dar aulas de guitarra e canto, e a produzir arranjos para outros cantores. Nessa época, início dos anos 90, Luciano conheceu melhor o que era ter uma vida "normal". O cotidiano longe dos palcos contribuiu para que ele buscasse inspiração às novas composições, ao mesmo tempo em que trabalhava com publicidade, vendas e confecções.

No final de 1992, Luciano lançou seu 1º disco solo. A música de trabalho foi "Eu não devo mais ficar", versão de "Have you ever seen the rain" do grupo Creedence Clearwater Revival. O disco que levava o seu próprio nome, fez grande sucesso no interior de São Paulo e no Nordeste do país, mas devido a falhas na divulgação, acabou não tendo o merecido sucesso no resto do pais.

Seu retorno à música ocorreu em 96, formando uma dupla de rock chamada "Karakara" com o amigo de infância André Gaba. Um ano depois a dupla se desfez, mas a criatividade lírica de Luciano, não. A cada dia suas composições aumentavam.

Em 97 Luciano montou a banda Escravos de Jô. O grupo se apresentou em alguns programas de TV de alcance nacional, mas os músicos não conseguiram uma gravadora devido ao estilo, rock bastante pesado. Por volta de 2000 Luciano adotou o sobrenome artístico Nassyn, uma referência ao seu nome verdadeiro (Nascimento). Em 2001 formou uma dupla country que seguiu junta até 2003. Nesse ano, Luciano deixou o ritmo sertanejo para aderir ao pop-rock da banda Pop Up.

A Pop-Up atualmente faz grande sucesso nas noites paulistanas. Seu show inclui uma sequência de músicas do Trem da Alegria, que surpreende o público e não deixa ninguém ficar parado!

Recentemente, Luciano Nassyn participou de festas "oitentistas" de bastante sucesso, como a "Ploc 80's", no Rio de Janeiro, onde atacou de DJ e a "Trash 80's" em São Paulo, cantando os sucessos do Trem e fazendo o público cantar junto. Além de seu trabalho com a banda, Luciano está participando de um projeto de "happy hour" com o músico e amigo de infância Kayoh Norcia. O objetivo é viajar todo o Brasil realizando diversos shows em formato acústico, com voz e violões. O grande diferencial do "happy hour" é fazer com que o público relembre os antigos sucessos do Trem da Alegria através de uma sequência com os grandes sucessos do grupo infantil, onde o público irá se emocionar e delirar. tornando o show de forma geral em uma mistura do atual com o antigo com um toque diferente.

Músico sim, mas internauta de mão cheia, também! Desde janeiro de 2004, Luciano mantém o blog www.ludotrem.blig.com.br, que até o início de novembro de 2004, já havia alcançado mais de 70.000 visitas! O músico sente um grande orgulho de ter feito parte de um dos maiores grupos infantis do Brasil e adora conversar com fãs através "chats" periódicos onde fala de seu período no Trem da Alegria e de seus projetos atuais, além de participar ativamente do "Orkut", com uma comunidade virtual própria e outra em parceria com seu amigo Kayoh.

Luciano espera apenas mostrar as suas composições para todo o Brasil e que o público que tanto curtiu seu trabalho na infância venha conhecer seus novos projetos.

Fonte: Site Infância 80

Nenhum comentário:

Postar um comentário