quinta-feira, 29 de novembro de 2012

João Penca e Seus Miquinhos Amestrados

A banda começou suas atividades por volta da segunda metade dos anos 70, com o nome de Zoo. Sua inspiração era o rock dos anos 50, de Elvis Presley e Chuck Berry, mas tudo com muito humor e ironia.

Os músicos eram uma turma de amigos do Leblon, a maioria do mesmo prédio, que formaram a banda "João Penca e os Miquinhos Amestrados" no início da década de 80, com o nome mais ridículo que conseguiram pensar e dentro do espírito irreverente que caracteriza o brasileiro e, em especial o carioca. Eram oito: Bob Gallo, Avelar Love, Léo Jaime, Selvagem Big Abreu, Cláudio Killer (morreu em 1983 envenenado por gás no banheiro), Del Rosa, Guilherme Hully Gully e Mimi Erótico. Leo logo saiu para fazer carreira solo. Na época ele disse que a turma não levava a carreira a sério e ele estava a fim de tentar carreira porque era duro e queria descolar algum.

Na época Eduardo Dusek estava numa fase rock com temas engraçados, daí os Pencas participaram de seu disco, o megasucesso “Cantando no banheiro” e do seguinte, “Brega chique”, que também teve Os Paralamas do Sucesso, ambos inéditos em CD. Em 1983 lançaram o disco “Os maiores sucessos...” e depois mais quatro discos: “Okay my gay” (1986), “Além da alienação” (1988), “Sucesso do inconsciente” (1989) e “Cem anos de rock’n’roll” (1991). Com os anos, a turma foi diminuindo até chegar ao trio.

A formação clássica da banda (Selvagem Big Abreu, Bob Gallo e Avelar Love) então conquistou seu espaço e fez grande sucesso na década de 80.

Algumas das músicas mais famosas da banda foram "Calúnias", "Lágrimas de Crocodilo", "SOS Miquinhos" e "Popstar". A banda também criou a abertura do programa Milk Shake, que era apresentado por Angélica na extinta TV Manchete.

Nos últimos anos, Selvagem Big Abreu participou de uma banda chamada "Os Pororocas", de curta vida, e Avellar Love dos "Gorillas Selvagens", que teve um único show. Bob e Avellar são engenheiros e Selvagem ataca no ramo de educação. Bob Galo é engenheiro na Rede Ferroviária Federal, Avellar continua artista. Faz musicais pela cidade. Foi pelo lado teatral. Ainda trabalha na INFRAERO estudando ruídos em aeroportos."

Recentemente voltaram a se apresentar mas sem nenhuma expectativa de gravar um novo cd ou DVD.

Fonte: O Globo 

Um comentário:

  1. Hoje, 23/01/2017, estamos ouvindo o long play Sucesso do Inconsciente. Maravilhoso, numa vitrola recém comprada por meu marido.

    ResponderExcluir