quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Ely Camargo

Ely Camargo, cantora e compositora, nasceu na cidade de Goiás/GO, em 12 de fevereiro de 1930.

Influenciada pelo pai, o maestro e regente da Orquestra Sinfônica, de Goiânia, GO, Joaquim Edison Camargo, participou ainda criança de programas na Rádio Clube de Goiânia e de coros de igreja.

Em 1960 atuou no conjunto vocal Trio Guairá, de Goiânia, e nos dois anos seguintes apresentou-se no programa que ela mesma produzia na Rádio Brasil Central, retransmitido em Brasília, DF pela Rádio e TV Nacional.

Mudou-se para São Paulo SP em 1962, e assinou contrato com a Rede Tupi (rádio e televisão), gravando ainda o primeiro LP, "Canções de minha terra", pela Chantecler, etiqueta pela qual lançou sua primeira composição, "Boneca de pano", em 1966.

Pesquisadora de folclore, formou acervo particular em suas viagens pelo Norte e Nordeste do Brasil, firmando-se como uma das mais fiéis e competentes intérpretes de música folclórica brasileira.

Gravou 12 LPs, entre os quais "Folclore do Brasil", "Gralha azul", "Danças folclóricas e folguedos populares do Brasil", "Cantos da minha gente", "Cantigas do povo — Água da fonte", além de uma série de compactos. Tem discos lançados em Portugal, África do Sul, Itália e Alemanha.

Integrante do conselho da Secretaria Municipal de Cultura de Goiânia, GO, produz, apresenta e interpreta os seguintes programas semanais na Rádio Universitária da Universidade Federal de Goiás: Brasil de Canto a Canto, Ely Camargo Convida e Alma Brasileira.

Algumas músicas do seu repertório: "Azulão", "História triste de uma praieira", "Luar do sertão", "Maringá", "Sodade meu bem, sodade", "Vida marvada", "Viola cantadera".

Fonte: MPB Cifrantiga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário