quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Michael Sullivan

Ivanilton de Souza Lima, conhecido artisticamente como Michael Sullivan, nasceu em Recife/PE, no dia 9 de março de 1950.

Aos 15 anos, começou a buscar seu espaço nas rádios locais, até alcançar o primeiro lugar no concurso de calouros “Varieté”, na Rádio Jornal do Comércio.

Assinou contrato com a TV Jornal do Comércio e tornou-se cantor dos principais programas da emissora, consagrando-se como cantor revelação de Pernambuco.

Aos 17 anos, Sullivan partiu para o Rio de Janeiro em busca de mais espaço. Lá gravou seu primeiro LP com o grupo “Os Nucleares” (RCA), o que o levou ao grupo “Os Selvagens”. Vendeu 150mil discos, ganhando Disco de Ouro.

Então, foi convidado pela banda “Renato e seus Blues Caps” para cantar e tocar guitarra no grupo. Juntos, gravaram seis LPs e receberam seis discos de ouro, com venda superior a um milhão de discos.

Foi nesta época que Ivanilton Souza tornou-se Michael Sullivan, o pseudônimo usado para a sua primeira composição, “My Life”, parte da trilha sonora da novela “O Casarão”. O compacto de “My Life” bateu recordes, com mais de um milhão de cópias vendidas (Disco de Diamante).

Na sequência veio “Sorrow”, parte da trilha sonora da novela “Locomotivas”, com 500 mil discos comercializados (Disco de Platina dupla). Em carreira solo, lançou os LPs “Sou Brasileiro” (Capitol) e “Michael Sullivan” (K – Tel).

Logo após integrou a banda “The Fevers” como vocalista e guitarrista, com quem gravou seis LPs e interpretou sucessos globais como os temas de abertura das novelas “Elas por Elas” e “Guerra dos Sexos”, atingindo a marca de dois milhões de discos vendidos.

O encontro com Paulo Massadas marcou uma guinada em sua carreira, passando a produzir e compor músicas para outros artistas. A dupla Sullivan e Massadas bateu todos os recordes da indústria fonográfica brasileira, compondo músicas que se tornaram hinos nas vozes de grandes cantores.

Entre as composições da dupla podem ser destacadas: "Um DIa de Domingo" (Gal Costa), "Me Dê Motivos", "Leva" (Tim Maia), "Deslizes" (Fagner), "Amor Perfeito", Pergunte Pro Meu Coração", "Meu Ciúme" (Roberto Carlos), "Nem Morta", "Estranha Loucura" (Alcione), "Retratos e Canções", "Joga Fora", "Não Vá" (Sandra de Sá), "Amor Cigano" (Fafá de Belém), "Lua de Cristal", "Brincar de índio" (Xuxa), "É de Chocolate", "Uni-Duni-Tê", "He-Man" (Trem da Alegria) e "Nem Um Toque" , "Custe o que Custar" (Rosana).

Sullivan & Massadas entraram no Guiness Book como a dupla que mais gravara músicas e vendera discos num curto espaço de tempo.

Em 1994, a dupla se desfez e Sullivan foi convidado a morar nos Estados Unidos para ali compor e produzir nomes como Rick Martin, Chayanne, Ana Gabriel, Chicos de Boulevart, Yuri, Robi Rosa e Michael Sambelo.

Sullivan alcançou o topo das paradas em 60 países, incluindo as Américas, Europa e Oriente. Como produtor, vendeu mais de 60 milhões de discos, no Brasil e na América Latina. Na televisão, Sullivan contribuiu com a trilha sonora de mais de 30 novelas. Entre elas O Casarão, Locomotivas, Transas e Caretas, Um sonho a Mais, Roda de Fogo, O Outro, Bambolê, Sassaricando, Bebê a Bordo, Carrossel, Pedra sobre Pedra, De Corpo e Alma, Corpo Dourado, A Lua me Disse e Cobras e Lagartos.

O êxito se repetiu em trabalhos para o público infantil, com 350 músicas gravadas por Xuxa, Trem da Alegria, Angélica e Mara Maravilha. Sullivan também compôs para Os Trapalhões. Com Renato Aragão, lançou a música “Amigos do Peito”, tema do Criança Esperança e da UNICEF.

Michael Sullivan continua atuante como cantor, compositor e produtor musical.

Fonte: Site oficial do cantor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário