sábado, 1 de dezembro de 2012

Gilliard

Gilliard Cordeiro Marinho nasceu em 17 de dezembro de 1956 na cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte.


Gilliard
Começou a cantar aos oito anos. Teve em Luis Gonzaga, o Rei do Baião, sua principal referência.

Lançado na década de 1970, ao lado de Sidney Magal, Martinha, César Augusto, Kátia, Odair José e Fernando Mendes, ocupou uma fatia do mercado responsável pela baladas açucaradas que invadiram as emissoras de rádio e televisão naquele período.

Fez muito sucesso nos anos 80 com canções como “Aquela Nuvem” e “Festa dos Insetos” e "Pouco a Pouco". Era presença constante nos programas de Bolinha, Silvio Santos, Chacrinha e Flávio Cavalcanti. Em 1982, o cantor atingiu a incrível marca de 1 milhão de cópias vendidas

Em 1980, gravou pela RGE o LP "Pensamento", incluindo várias composições suas, como "Pensamento" e "Tema pra você". Interpretou também músicas de Fagner ("Fracasso") e o clássico "Coração materno", de Vicente Celestino.



Gilliard
No ano seguinte, pela mesma gravadora, lançou seu novo disco, com várias músicas de sua autoria, como "Doce paixão" e "Uma noite de amor".

No ano de 1996, lançou pela gravadora RGE o CD "Gilliard", no qual interpretou "Eu nunca te esqueci" e "O mundo não é grande assim", ambas de Piska e César Augusto. Gravou também no mesmo CD "Perdoa" (Peninha e Arnaldo Saccomani), além de canções de sua autoria, como "Quem ama é o que faz" e "Nunca é tarde pra ser feliz", ambas em parceria com Nenéo.


Gilliard é casado com Silvia Marinho, ex-Harmony Cats. Tem dois filhos e foi dono de farmácias e lojas de telefones celulares.


Gilliard
Gilliard completa 30 anos de carreira com dois presentes para os fãs: “Estou lançando um CD com clássicos da MPB (O 23º disco), e finalizando um documentário sobre minha vida”, conta o cantor e compositor, fazendo questão de frisar que nunca abandonou a carreira artística. Mas se deixou de aparecer na TV e lançar novos discos, por onde andou todos esses anos? “De três em três meses, viajo para a África e Europa, onde faço shows e sou bastante conhecido”, responde.

O contato com o mundo exterior iniciou em 1996, quando conheceu e se tornou amigo do então presidente da Angola, José Eduardo dos Santos. Por aqui, ele realiza algumas apresentações esporádicos, e prepara um grande show com todos os seus sucessos (incluindo os hits “Aquela Nuvem” e “Festa dos insetos”.

2012
A dedicação exclusiva à carreira só foi possível depois que ele abriu mão do comércio que tinha em São Paulo, onde mora atualmente. “Abri três farmácias e uma loja de celulares, mas isso me consumia muito. Chega um momento da vida que percebi que precisava viver. Desisti do comércio e voltei para aquilo que eu gosto. Hoje tenho apenas uma produtora de música (a Potengi som)”, explica.

Atualmente o cantor continua na ativa, fazendo shows pelo interior do Brasil, particularmente no Norte/Nordeste e com aparições esporádicas em programas de TV.

Discografia:

* Pensamento (1980) RGE LP
* Gilliard (1981) RGE LP
* Gilliard (1996) RGE CD 


Fonte: extra.globo.com

                      Gilliard - "Festa dos Insetos" e "Quem Me Dera" - Programa Raul Gil 

                             
                                                                   
                                                                                Gilliard - "Segredos"



Gilliard - "Festa dos Insetos"




                                                                      Gilliard - "Aquela Nuvem"                 




Gilliard - "Hino ao Amor"


2 comentários:

  1. Excelente interpretação pra uma bela melodia.

    ResponderExcluir
  2. Este cantor era febre quando era criança. kkk minha prima era tarada por ele, e eu adorava a festa dos insetos, lembro que ele era presença constante no programa do Silvio Santos, Barros de Alencar, e chacrinha!!! a esposa chamava Silvia das harmony cats, e ele parece que tinha uma filha chamada Bruna

    ResponderExcluir